Notícias /

COMSAT É IMPORTANTE CONQUISTA DO SINSEXPRO

De acordo com a OMS, os maiores desafios para a saúde do trabalhador atualmente são os problemas de saúde ocupacional ligados com as novas tecnologias de informação e automação, novas substâncias químicas e energias físicas, riscos de saúde associados a novas biotecnologias, transferência de tecnologias perigosas, envelhecimento da população trabalhadora, problemas especiais dos grupos vulneráveis (doenças crônicas e deficientes físicos), incluindo migrantes e desempregados, problemas relacionados com a crescente mobilidades dos trabalhadores e ocorrência de novas doenças ocupacionais de várias origens.    A saúde do trabalhador e um ambiente de trabalho saudável são importantes estratégias para contribuir positivamente para a produtividade, qualidade nos serviços desenvolvidos, motivação e satisfação do trabalho e, portanto, para a melhoria geral na qualidade de vida dos indivíduos e da sociedade como um todo. Por isso, o Sinsexpro, por meio de seus diretores Giuliana Lima, Eliezer Bergamine e Fernando José da Silva e ainda das trabalhadoras eleitas Gisleine Rede, Adriana Pereira e Elaine Ferreira da Cruz, junto a dois representantes da gestão, compõe a Comissão de Saúde do Trabalhador – COMSAT do CRP, um importante pleito da nossa pauta de reivindicações e avanço conquistado pelo Sinsexpro junto ao ACT do CRP-SP.

Entre as ações realizadas pela COMSAT do CRP estão: - Acompanhamento de desdobramento de ações junto ao Centro de Referência de Saúde do Trabalhador/a a partir de denúncia feita pelo Sinsexpro; - Palestra realizada sobre estresse no trabalho e as doenças relacionadas; - Realocação de trabalhadora com CAT aberta em decorrência de doença agravada pelo ambiente de trabalho; - Acompanhar, orientar,  sinalizar e buscar meios de solução junto à direção do Conselho nos casos relacionados a saúde do trabalhador trazidos pelos servidores da autarquia.
   Por tais motivos é que a atuação da área de Saúde do Trabalhador deve ser realizada necessariamente em conjunto com outras áreas do poder público, com a cooperação da sociedade e dos próprios trabalhadores organizados, pois estes são os que conhecem de fato seu trabalho e os riscos a que estão submetidos.

« voltar