Notícias /

COREN - IMPASSE NA MPN

Em reunião  realizada ontem (15/03) entre o Sindicato e o COREN SP, este solicitou nova data para definir reajustes salariais referentes ao período 2020/2021, que, como todos sabemos, foi protelado sob o pretexto da pandemia, e foram concedidos aumentos de 5% no VR e 10% no VA, em novembro, sem retroatividade. A alegação do Conselho é que o COFEN determinou reajuste zero no período, o que deveria ser seguido pelos conselhos regionais.    O Sindicato entende que não foi isso o proposto pela gestão 2018/2020, que num primeiro momento pediu que a definição deste assunto ocorresse em setembro, quando começaria a entrar o pagamento das taxas de inscrição do período de isolamento social. Depois, o então presidente em exercício sugeriu que a negociação fosse realizada em pelo menos uma reunião com a equipe de transição (o que não ocorreu).    A questão da remuneração da quilometragem da(o)s fiscais e outras formas de deslocamento também foram lembradas e serão tratadas com maior apuro na próxima reunião.    Segundo a direção do Conselho, é preciso discutir de forma mais ampla as condições de trabalho da fiscalização. O Sinsexpro, no entanto, insistirá pelo menos na reposição das perdas salariais, num período tão difícil para todas/os, em que a inflação real supera em muito os números oficiais.

« voltar