Notícias /

CREA SP DIZ NÃO AO PCSC

Em Mesa de Negociação Permanente realizada na sexta feira, 7/02, na sede do CREA SP, o Conselho informou que, diferentemente do anunciado pelo Presidente, o Plano de Cargos, Salários e Carreiras elaborado por Comissão tripartite (sindicato, comissão de funcionários e conselho) desde 2017, NÃO SERÁ IMPLANTADO.    O Conselho contratará empresa com vistas a desenvolver um sistema de avaliação de desempenho e progressão por mérito, mas sem incorporação salarial, apenas como bonificação (quando alcançado o mérito). A progressão por antiguidade, de acordo com o Conselho, fica descartada.    O Sindicato e a CRE manifestaram sua discordância. O Sindicato debaterá o assunto e as decorrências com os funcionários, além de estudar outras formas de reversão dessa lamentável decisão.

SEM MUDANÇAS NO CALL CENTER    Na mesma MNP o CREA informou que não há nenhuma mudança no Call Center oficialmente anunciada. Cogitou-se que até podem ter ocorrido conversas na área, mas seriam sondagens, troca de ideias. Nenhum projeto formal, até o momento, nesse sentido. O Sindicato solicitou e houve o compromisso de conversações entre as partes, antes que algumas eventuais mudanças nesse sentido sejam implantadas. O Sinsexpro segue atento e lembra aos funcionários da importância de serem comunicados ao Sindicato quaisquer movimentos nesse sentido. Acessoriamente, foi confirmado que: a) A partir de 1º de março o convênio de saúde será substituído da Unimed Fesp para Unimed Seguros, o que, de acordo com o CREA, vai propiciar uma gama maior e mais abrangente de atendimentos. O Conselho está finalizando a comunicação dos detalhes da nova contratação; b) Confirmou também que a folha de pagamento será transferida do Banco do Brasil para o Santander, porque o ganho financeiro dessa operação é importante para o CREA. Ao funcionário, a princípio, não haverá prejuízo, pela garantia da portabilidade, quando a transferência de um banco para o outro se dá no mesmo dia e sem custos. c) Foi solicitada também a divulgação dos critérios de 2020 para concessão de gratificação em 2021, a que o Conselho se comprometeu em fazer o quanto antes. d) Foram apontadas novamente, más condições de trabalho em unidades do Conselho, o qual solicitou que sejam relatadas e acompanhadas individualmente.ÃO 

« voltar