Notícias /

LUTA PELO FIM DO PRECONCEITO É CONTÍNUA

 O Brasil é o país da diversidade, que abriga povos de diferentes culturas e origens, mas, apesar disso, e de todos os avanços que a sociedade brasileira tem visto nos últimos tempos, o preconceito racial ainda é muito evidente. Três séculos depois da luta do líder Zumbi dos Palmares, que representou a luta do negro contra a escravidão no período do Brasil-Colônia e morreu em combate, defendendo a população de seu quilombo, a busca pela inserção da população negra no mercado de trabalho de forma igualitária e pelo fim de qualquer tipo de racismo e preconceito continua e é diária.     Algumas ações, ainda que não resolutivas, mas são importantes para minimizar as consequências de um racismo estrutural e sistêmico, ainda que não oficial, foram tomadas nos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e uma delas foi a implantação de cotas raciais para concursos públicos. E é sobre isso que Carlos Tadeu Vilanova, Coordenador da Secretaria Geral do Sinsexpro vai falar neste vídeo que encerra a campanha do mês da Consciência Negra no sindicato.    Mas, vale lembrar que a reflexão sobre a importância do que é e de ter consciência negra é fundamental. Além disso, é preciso que a sociedade brasileira tenha exata noção da importância do povo africano na formação da cultura nacional e na construção de uma identidade brasileira. É fundamental para o combate ao racismo que o negro alcance todo e qualquer patamar social reservado apenas aos brancos, nas áreas social, econômica, científica e política do Brasil. A luta continua, sempre!       CLIQUE NA IMAGEM PARA ASSISTIR AO DEPOIMENTO  

« voltar