Notícias /

PARABÉNS, SINSEXPRO

Neste dia 12 de janeiro, o Sinsexpro completa 30 anos de fundação. A data é para relembrar as lutas e conquistas das trabalhadoras e trabalhadores dos Conselhos/Ordens ao longo da história, que começa na segunda metade dos anos 80, quando surgiram algumas tentativas de buscar maior organização da categoria. Até a promulgação da Constituição Federal em outubro de 1988, os trabalhadores dos Conselhos e Ordens de fiscalização das profissões liberais não tinham, por força de Lei, representação em nível sindical ou qualquer outra forma de organização que contemplasse a garantia de seus direitos e conquistas enquanto trabalhadores. Com o advento da nova Constituição, em seu Artigo 8º, tornou-se livre a associação sindical, abrindo campo para que os trabalhadores da nossa categoria se organizassem nesse sentido.
 
Assim, em dezembro de 1988, na Praça Osvaldo Cruz, São Paulo/Capital, começava a se reunir um grupo formado por trabalhadores de Conselhos, tais como: CREA, CREMESP, CRA, CORECON, CRF, CRC, CRECI, entre outros, com o objetivo de trabalharem pela fundação do Sindicato da categoria. No dia 29 daquele mês era publicado no jornal Diário Popular o Edital de Convocação para a fundação do Sindicato, aprovação de seus estatutos sociais e eleição da primeira diretoria.
 
Nascia então, às 19h30 do dia 12 de janeiro de 1989, o SINDICATO DOS SERVIDORES DOS CONSELHOS DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL NO ESTADO DE SÃO PAULO – SINSEXPRO, através da primeira Assembleia Geral Extraordinária da categoria, com a presença de 69 trabalhadores de Conselhos e Ordens, imbuídos pelo espírito de cidadãos organizados, em busca da preservação de seus direitos, da conquista de benefícios e participação das decisões, não só no local de trabalho, mas também nas demais dimensões da nossa sociedade.
 
Através de pressões e manifestações, conseguimos fracionar as relações com as autarquias e realizar acordos com a maioria delas. Mesmo naquelas em que não conseguimos firmar acordo coletivo, priorizamos o embate político, de forma a evitar ao máximo a intervenção da Justiça do Trabalho, amparados, inclusive, por uma das cláusulas presentes em todos os acordos firmados até então, que assegurava a continuidade dos benefícios sociais daquele acordo até que um outro fosse firmado. Como resultado desse movimento, o Sindicato impediu a retirada de muitos direitos, ampliando ainda benefícios. Junto com os trabalhadores, o Sinsexpro foi à luta em defesa da manutenção desses direitos históricos. Por isso, mesmo após a aprovação da Reforma Trabalhista, o Sinsexpro permanece um sindicato forte e de luta. Por toda essa história, deixamos um legado de extrema importância para a classe trabalhadora: de enfrentamento, coragem e luta em defesa de uma sociedade mais justa e igualitária. Isso é motivo de orgulho para cada trabalhador e trabalhadora de de Conselho/Ordem.
 
Clique na imagem e assista ao vídeo em homenagem aos 30 anos do Sinsexpro
 

« voltar