Notícias /

TRABALHADORAS/ES DO COREN SUJEITAS/OS AO ARROCHO SALARIAL

   Em reunião de mesa de negociação realizada ontem (13/04), o Sinsexpro solicitou o reconhecimento da data base de 1° de maio e nos foi negado. O COREN alegou que o sindicato entrará com processo solicitando retroatividade, e que pretende assinar o Acordo até 30/04. Apesar de o Conselho afirmar que reconhecerá a data base se não celebrar o Acordo, o Sindicato irá preparar o processo para garantir a data base em tempo hábil, como de praxe.    O COREN não aplicará reajuste nos salários relativos ao período 2019/2020, contrariando disposto no Acordo Coletivo assinado. Pendência que temos desde setembro de 2020 que consta neste mesmo ACT.    Em relação à reposição das perdas salariais de 2021, o Conselho enviou uma proposta que representa arrocho salarial. O Sindicato já se manifestou em reuniões anteriores que a autarquia foi a que menos sofreu impacto na pandemia, houve aumento do número de inscrições profissionais devido à vacina e redução de gastos com trabalho remoto e terceirização do atendimento ao público. Por estes motivos, convocamos as/os trabalhadoras/es do COREN para ASSEMBLEIA NA SEXTA-FEIRA, 16/04, ÀS 17H. Contamos com a presença sempre sensata e em peso das/os trabalhadoras/es do COREN para organizarmos a nossa luta contra os ataques que estamos sofrendo.

« voltar