Notícias /

CONCLAT APRESENTA AO BRASIL PAUTA DA CLASSE TRABALHADORA

Cerca de 500 dirigentes sindicais, entre os quais a diretora Financeira do Sinsexpro, Inês Granada Pedro (na foto, primeira à esquerda), estiveram reunidos ontem na CONCLAT - Conferência da Classe Trabalhadora realizada em São Paulo pela CUT, Força Sindical, UGT, CTB, CSB, NCST, Publica, Intersindical – Central da Classe Trabalhadora e Intersindical – Instrumento da Classe Trabalhadora. Com o tema “Emprego, Direitos, Democracia e Vida”, os representantes das nove centrais apresentaram a pauta da classe trabalhadora que será entregue aos candidatos e candidatas à Presidência da República, ao Congresso Nacional, aos governos dos estados e às Assembleias Legislativas.     O documento orienta o plano de lutas do movimento sindical em defesa das mudanças urgentes e necessárias para classe trabalhadora brasileira e para que o país retome o rumo do crescimento com igualdade e justiça social. Ao todo são 63 reivindicações e propostas divididas em quatro eixos: Prioridades; Desenvolvimento Sustentável com Geração de Emprego e Renda; Trabalho, Emprego e Renda e Estado; e Políticas Públicas.      O presidente nacional da CUT, Sérgio Nobre, alertou que é preciso eleger candidatos ao Congresso Nacional alinhados com a pauta da classe trabalhadora que mobiliza milhões de pessoas. “Na Câmara não temos nem 15 deputados oriundos do movimento sindical. Isso tem de mudar e, se quisermos reduzir a jornada de trabalho e recuperar direitos, será preciso ter uma bancada de dirigentes sindicais comprometidos com a classe trabalhadora. Temos de conscientizar o povo que trabalhador tem que votar em trabalhador”, enfatizou Sergio Nobre.  Clique na imagem confira o documento na íntegra.

« voltar